Do design à Administração da Autonomia

Comunicação • 24/04/2019


Um dos fatores mais atraentes da carreira de Designer de Interiores é a possibilidade de trabalhar para si.

A autonomia de poder desenvolver o trabalho sem pressões superiores, respondendo apenas aos clientes, pode ser tentadora.

Mas é comum que, no momento de alavancar a carreira, muitos profissionais acabem por se enrolar nessa autonomia e não saibam exatamente como agir a partir daí.

O resultado é a perda de controle, de oportunidades, além de severas dores de cabeça, dentre outras questões que podem estar envolvidas nessa fase.

O Designer de Interiores autônomo deve não apenas ser incrível na parte técnica, mas também saber gerir sua carreira.

E, para que isso ocorra com sucesso, algumas dicas fazem a diferença.

Aqui separamos 6 delas para ajudar em seu sucesso!

Gerenciando a carreira de Designer de Interiores autônomo

  • Conte com a ABD

Para quem está iniciando a vida profissional o mercado pode ser assustador.

Mesmo com uma boa formação acadêmica o iniciante se vê cercado de dúvidas, desde quanto cobrar por seu trabalho até as questões legais envolvidas.

Nesse momento, contar com um ponto de apoio é importante para poder seguir firme em sua carreira.

A Associação Brasileira de Designers de Interiores está pronta para colaborar com todos os Designers de Interiores, fornecendo informações e apoio.

  • Faça o Curso de Gestão da ABD

As datas para 2019 estão marcadas em todo o Brasil. Clique aqui e inscreva-se para o Curso de Gestão na sua região.

  • Sua carreira deve ser pensada como um negócio

Quer ter sucesso como autônomo? Pense como um empreendedor e administre sua carreira como uma empresa.

Isso significa que mais do que um sustento, você deve ter como objetivo o crescimento.

Para isso, investir em melhorias e buscar especializações e crescimento é muito importante.

Da mesma forma, considere adotar ações de marketing e publicidade para divulgar e consolidar seu nome no mercado.

  • Um plano de negócios é fundamental

Se você quer encarar sua profissão como uma empresa você irá precisar elaborar um plano de negócios.

Esse plano consiste em um planejamento que deve ser capaz de responder perguntas, como:

  • Qual a descrição detalhada de sua marca?
  • Quais produtos/serviços você irá oferecer?
  • Qual seu público-alvo?
  • Qual a sua estrutura organizacional?
  • Quais são suas estratégias de marketing?
  • Como serão seus planos operacionais?

Um plano financeiro muito bem definido também deve fazer parte desse planejamento.

É altamente recomendado uma boa pesquisa de mercado antes de elaborá-lo.

  • Especialize-se em um nicho de mercado

As possibilidades para o Designer de Interiores autônomos são muitas, com inúmeras possibilidades de atuação.

Quando você segmenta e personaliza seu atendimento e seu foco, você concentra seus esforços em um público.

E isso não quer dizer diminuir oportunidades, mas, sim, a possibilidade de atender melhor seu cliente. E, assim, você se especializar em um nicho.

Dessa forma você poderá atender com excelência um determinado setor do mercado.

  • Entenda bem as questões burocráticas

Para ter controle de seu negócio e não ser surpreendido negativamente ter conhecimento das questões burocráticas para manter sua empresa é importante.

Uma boa opção é contar com um contador para auxiliar nessas etapas. Esse profissional é especialista nessas questões.

Além de realizar o serviço de regularização da empresa junto aos órgãos competentes, ele será capaz de auxiliá-lo em todos os passos.

  • Atendimento e relacionamento com os clientes

Quem tem por objetivo trabalhar como Designer de Interiores autônomo deve investir no atendimento e relacionamento com os clientes.

Fidelizar é a chave para diminuir a ociosidade, aumentar o ticket médio e reduzir custos na captação de clientes.

Para isso, além de prestar um serviço de qualidade, o bom atendimento e a construção de relacionamentos são fatores essenciais.

Caso essas questões sejam uma dificuldade para você, procure cursos e dicas para aprimorar suas habilidades nessas áreas.

Gostou deste artigo? Continue acompanhando nosso blog e tenha acesso a mais dicas e informações sobre o mundo do Design de Interiores.

Até a próxima!

Leia também
Patrocínio
ACESSO RESTRITO